3 pontos críticos de segurança da informação para grandes empresas

2018-06-20T21:44:38+00:0003/06/2018|

A segurança da informação nunca esteve tão em alta. Afinal, como você já deve ter ouvido por aí “os dados são o novo petróleo”, não é mesmo?

E como saber se o grande “tesouro” do seu negócio está realmente protegido, quando os processos são cada vez mais digitalizados e muitos colaboradores usam seus próprios dispositivos (BYOD) para trafegar dados da empresa?

A cyber security está na ordem do dia. Tanto é fato que o Fórum Econômico Mundial afirma que para 27 economias pesquisadas em todo o mundo, o ciberataque está entre as cinco maiores ameaças. Nessa análise, constatou-se que a indústria manufatureira é o principal alvo dos ataques, seguida pelo setor financeiro e de serviços (veja todas as indústrias aqui).  

É mesmo para ficar muito ligado no assunto. Não à toa, os cargos de “Engenheiro/Cientista de Dados” e “Especialista em Segurança da Informação” encabeçam a lista dos seis cargos de TI que toda grande empresa deve investir, de acordo com o blog da Algar Telecom.

Neste post vamos destacar três pontos críticos para a segurança de dados de sua rede corporativa. Será que seu time de TI cobre bem todos eles? Confira:

#1 E-mails e links maliciosos

Ok, todo mundo sabe que não deve abrir e-mail de remetente desconhecido ou clicar em links duvidosos, mas acredite: isso ainda é bastante comum. Portanto, investir na constante educação dos colaboradores é a arma principal. Uma boa ideia é criar uma comissão de segurança da informação incluindo pessoas de diversos departamentos para propagar as mensagens que a área de TI precisa transmitir. Lembre-se: o usuário é o ponto mais frágil da cadeia e deve ser constantemente impactado pelo tema.

#2 Acesso remoto

Viagens, home-office, visita aos clientes. São muitos os motivos que levam os colaboradores a acessar a rede da empresa quando estão fora dela e isso aumenta bastante o risco de vazamento de dados. Assim, investir em uma VPN  (Virtual Private Network) é o melhor caminho a ser tomado. Por meio de protocolos de segurança e criptografia, essa rede privada oferece toda a segurança para que o trabalho tenha o ritmo necessário “além muros”.

#3 Aprendizagem de máquina

Se de um lado a sua empresa vai usar cada vez mais tecnologia para processar e analisar quantidades imensas de dados, do outro, hackers também estão se preparando para fazer uso dela. Assim, a TI deverá se preparar para usar a aprendizagem de máquina com o objetivo de prever padrões de ataques, mesmo que eles nunca tenham ocorrido. Então, além da tecnologia constantemente atualizada, o time também precisará ser altamente especializado para adotar soluções adequadas com grande velocidade.

De tudo isso, entende-se que todo o avanço tecnológico que propicia o desenvolvimento do negócio traz consigo novas brechas e vulnerabilidades de segurança da informação. Ou seja, seus investimentos em tecnologia precisam contemplar infraestrutura, capacitação de pessoal e comunicação para garantir que a mensagem seja compreendida por todos os colaboradores.  

Aqui na IT Brasil segurança da informação é levada à sério e nosso time está sempre conectado aos movimentos deste mercado, ao lado a Algar, que é nossa grande parceira.

Continue acompanhando nosso blog e fique por dentro do assunto! Até o próximo post!